Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFPA/Campus Tucuruí abre inscrições para curso de Engenharia Sanitária e Ambiental e oferece 40 vagas

  • Publicado: Sexta, 23 de Março de 2018, 10h27
  • Última atualização em Segunda, 09 de Abril de 2018, 09h30
  • Acessos: 5097

O processo seletivo do IFPA/Campus Tucuruí para o curso superior em Engenharia Sanitária e Ambiental está com as inscrições abertas e podem ser feitas até o dia 04 de abril de 2018 pelo site http://concursos.ifpa.edu.br. São 40 vagas, ofertadas na modalidade presencial. No ato da inscrição, que é gratuita, o candidato precisa possuir CPF e RG próprios.

Podem se inscrever no processo os candidatos que concluíram o Ensino Médio e tenham participado do Enem 2017, pois a nota nesse exame será usada como critério de avaliação, assim como ocorre no Sisu. Dessa forma, é exigido que o candidato tenha as notas mínimas de 400 pontos na redação do Enem e 300 pontos nas demais áreas.

Há também a reserva de vagas para candidatos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas, deficientes e egressos do Campus Tucuruí do IFPA que concluíram os cursos de Técnico em Meio Ambiente, Técnico em Saneamento e Tecnologia em Saneamento Ambiental.

O cronograma e demais informações do processo seletivo podem ser consultados no Edital (clique AQUI).

O que esse profissional faz?

O engenheiro sanitarista e ambiental atua no planejamento, na gestão ambiental e na tecnologia sanitária e ambiental. Em sua atividade, projeta e acompanha a execução de infraestruturas, instalações operacionais e serviços de: abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais urbanas e urbanização, além de instalações prediais hidráulicas e sanitárias. Avalia e analisa os impactos ambientais de empreendimentos nos ecossistemas naturais e propõe ações de preservação, conservação e recuperação do meio ambiente. Coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza pesquisa científica e tecnológica e estudos de viabilidade técnico-econômica; executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em sua atuação, considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos socioambientais.

 

Texto: Maurício Sousa - IFPA/Campus Tucuruí.

registrado em:
Fim do conteúdo da página